Araraquara-SP, Brasil , 

  , Seja Bem vindo(a) à nossa página, alegre o seu coração  porque  Jesus Te Ama

DROGAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS

PARA O USUÁRIO – PARA A SOCIEDADE – PARA A FAMÍLIA

O CONHECIMENTO DAS CONSEQÜÊNCIAS REPRESENTA A VIDA OU A MORTE

 

O caminho do vicio é uma seqüência

Hospital Psiquiátrico – Cadeia - Cemitério

 

® Hospital Psiquiátrico: a conseqüência principal do uso de drogas é a loucura, com a sistemática destruição dos neurônios o cérebro é lesionado e o viciado perde o raciocínio, fica completamente desorientado (pessoal que anda pelas ruas sem rumo).

 

® Cadeia: a sociedade passa a sofrer as conseqüências da droga, o viciado começa a roubar para sustentar seu vicio. A primeira vitima é sempre a mãe (nunca o pai), as avós (jóias, utilidades domésticas), depois os irmãos também são roubados (dinheiro da carteira).

® depois passa a fazer pequenos furtos; roupas de varais, talões de cheques, bolsas, toca-fitas, cd player, etc.

® com a necessidade de aumentar as doses, passa a fazer furtos maiores; residências, lojas, carros. O fruto do suor de muitos anos de quem é roubado é trocado por qualquer ninharia. Para você ter uma idéia, uma TV ou Vídeo vale no máximo 20 pedras de Crack. Mesmo os viciados que pertencem à classe média ou rica, acabam por praticar atos ilícitos para arrumarem dinheiro, pois não tem como justificar em casa seus altos gastos.

 

        Se não pagarem os traficantes, primeiro são espancados, depois mortos. Quantos viciados não saem pelados da casa do traficante. Entra com varias roupas, uma por cima da outra e entregam tudo por um pouco de droga.

Outros viciados passam a ser distribuidor dos traficantes, normalmente recebem uma porcentagem de 30%, pagos em droga. Se forem presos vão responder como traficantes e o crime é inafiançável, ou seja, responde ao processo preso e se for menor o pai pode ser responsabilizado. Além da porcentagem os distribuidores batizam a droga. Antes os traficantes já haviam misturado, na mão de cada um que passa é acrescentada alguma coisa (maconha x esterco – cocaína x maisena, pó de mármore, pó royal).

        É comum as meninas pagarem as drogas com o próprio corpo, ou para os traficantes, ou para os colegas de vicio que lhes arrumam a droga ou vendem o corpo para arrumar dinheiro (meio fácil).

 

        Tanto os homens como as mulheres, se forem parar na cadeia, vão servir de pasto para os outros presos e presas (é difícil não acontecer isso) muito rapaz que dá uma de machão, na cadeia vira boneca, é totalmente depilado e passa a servir os outros presos usando só uma tanguinha (quanto mais novo pior).

® as meninas sofrem bastante, na cadeia tem mulher que é mais homem que muito homem.

         Todas as meninas deveriam ler o livro ou assistir a fita – Cristiane F., 13 anos, drogada, prostituída.

 

® Cemitério: infelizmente todo viciado que não consegue parar a tempo, no meio do caminho, acaba dentro de um caixão, vai morrer aos poucos, sofrendo terrivelmente, ou é o cérebro que vai definhando, ou é a aids, ou  a hepatite. Às vezes acontece de morrer de overdose. É morte violenta e dolorosa, mas é rápida. Quando a overdose não mata, deixa seqüelas Cristiane F.

 

       Feliz daquele que consegue parar no meio do caminho, a esse nós damos os parabéns, esse é um herói, porque iniciar no vício é fácil; é só ser covarde, é só não ter coragem de dizer não.

 

       Agora, deixar é muito difícil, vai ter que lutar contra si mesmo; contra os antigos companheiros e contra os traficantes que vão tentar levá-lo de volta. Vai ter que ter muita coragem e forca de vontade para viver completamente afastado dos antigos companheiros e principalmente das drogas.

       Sozinho, dificilmente vai conseguir se livrar do vício, sem essa de dizer eu sou mais eu, quando quiser eu largo, só vai largar se contar com ajuda e o apoio de seus verdadeiros amigos; pais, namorado(a), comunidade (católica, evangélica) e de locais estruturados para ajudarem.

       Sei que é difícil contar uma coisa dessas aos pais, mas também sei, que o sofrimento por saberem isso da boca de seus filhos será bem menor, que um telefonema da polícia dizendo que o filho está preso ou morto.

       Agora, também conhecemos muitos que não pararam a tempo; Elvis Presley – Cazuza – Raul Seixas – Renato Russo e muitos outros. Toda vez que se vai ao velório tem um jovem. Acidente?

       

       Sermos pais antes de sermos filhos, o sofrimento de pais e avós (uma mãe disse no rádio que a maior alegria seria saber que o filho estava morto). Todos temos preocupação com nossos filhos e netos (não se sabe o futuro). Não tenho inimigos, mas se tivesse, não desejaria ao pior deles um viciado na família.

       Os viciados ao fazerem uso da droga, costumam dizer que vão fazer uma viagem, só que normalmente é a última viagem ou o começo do fim.

 

Para finalizar vou deixar uma mensagem:

 

Em um lar, só uma dessas coisas podem entrar; ou a droga ou a felicidade. É impossível a convivência das duas sob o mesmo teto.

 

Em sua casa, na casa de seus pais, vai entrar a droga ou a felicidade?

Só você pode responder.

 

       
    voltar  

A Palavra de Deus Pelas Ondas do Rádio !!